Seguidores

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Tardes de Quarta


Tardes de Quarta

O sol invade a lua, terça feira da lugar a quarta feira
Um dia especial, de esperança e felicidade
O relógio aflito faz aumentar a ansiedade
Todos os ônibus, olhar fixo, a espera
Coração acelerado
Até que uma linda mulher vem ao meu encontro
Passos firme e sensual, sinto o seu perfume, sua respiração seu desejo
Desejo! De amor, de ser compreendida de ser ouvida
Eu a observo calado, meus olhos falam o que sinto, e no intenso gosto da paixão, vamos ao paraíso, só dois sem espaço para vida alheia
Corpos suados, juras de amor eterno
O sol se vai, o intenso gosto da paixão da lugar a tristeza
Ela partiu, aquela linda mulher, com seu andar sensual
E eu cá no meu canto fico a espera
Como em um ritual,
A espera da linda mulher
Nas tardes de quarta!

Autor Ricardo cardoso

Nenhum comentário: