Seguidores

quinta-feira, 3 de março de 2011



ERMELINO MATARAZZO

O Cine B fez duas exibições no dia 9 de setembro no Centro de Educação Popular Nossa Senhora da Aparecida, em Ermelino Matarazzo, zona leste de São Paulo. A primeira exibição, 15h, foi especial para os adolescentes que participam dos cursos no Centro. A segunda exibição, 19h, atendeu jovens e adultos moradores da comunidade e estudantes do MOVA (Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos).

RESGATE HISTÓRICO

O Ricardo Cardoso, vice-presidente do Centro de Educação, coordenou ano passado uma atividade com os jovens de pesquisa da história do bairro. Selecionei alguns trechos de nossa conversa.
“Em 7 de fevereiro de 1926 aqui foi construída a estação de trem Comendador Ermelino Matarazzo, nome do falecido filho de Francisco Matarazzo. Francisco foi um empresário de visão, que construiu aqui em volta diversas fábricas que produziam os tijolos, latões, parafusos e outros produtos muito utilizados pelo próprio empresário em seus negócios. Aqui onde hoje é o Centro na época era uma floresta de eucaliptos. Por diversificar demais seus negócios e outros empresários se especializarem, acredito que Francisco tenha perdido forças nos negócios e o contraiu diversas dívidas. Logo toda esta área ficou abandonada. Mas antes desse declínio o empresário construiu um bairro aqui para seus funcionários. Até hotel tinha por aqui, o qual abrigava os engenheiros e outros empresários que visitavam a região. Por aqui chegou a ter 3 cinemas, que hoje não existem mais, assim como o hotel e as casas construídas. Com o abandono da área a ocupação popular veio crescendo, tendo seu ápice em nas décadas de 70 e 80. No governo de Luiza Erundina, graças a uma união da comunidade, na qual a Sonia Fonseca estava atuando também, conseguiram a oficialização da moradia .

Nenhum comentário: